Skip to content

Episódio 32: Joana Garcia

Há 15 anos Joana Garcia deixou a sua carreira de advogada e mudou-se para o Vimieiro, no Alentejo, para fazer queijo. Quinze anos depois tem um dos melhores queijos do mundo. Precisam de uma história inspiradora e de coragem para estes dias? Está aqui.

Subscrevam o Assim Assado ou actualizem as subscrições nestes links directos: 
Spotify e Apple Podcasts

Há duas semanas, quando a Joana Garcia foi ter comigo aos estúdios da Antena 3 para gravar esta conversa, estávamos os dois muito longe de imaginar que teríamos todos, hoje – 19 de março de 2020 – de estar fechados em casa, por obrigação pública, para travarmos todos juntos uma pandemia.

Na altura, convidei a Joana porque sabia que ela uma produtora de queijo reconhecidíssma pelo seu trabalho, que fazia alguns dos melhores queijos do mundo (premiados em concursos de prova cega); e sabia também que ela tinha tido aquelas mudanças bruscas de vida: há 15 anos era advogada e, praticamente de um dia para o outro, quis mudar de vida e partiu para o Alentejo para ir fazer queijo. Por tradição ou herança de família? Não. Por gostar muito de queijo? Não tanto que justificasse. Apenas porque queria mudar de vida.

A urgência de publicação

Não pensei que a história de Joana Garcia, que construiu com coragem, persistência, dedicação e sacrifício a Queijaria Monte da Vinha, fosse tão importante nos dias de hoje. Até demorei alguns dias a processar este episódio: não sabia se o deveria publicar já, ou se esperava mais uns tempos até o fazer. Porque não sabia se deveria procurar encontrar outras histórias para contar, outros trabalhos que fossem mais “urgentes” dada a situação atual que os restaurantes – e tudo o que ao trabalho deles está associado – estão a viver.

Apercebi-me, há poucos dias, que a história da Joana – ainda que com esta distância de duas semanas – faz todo o sentido ser hoje contada. Porque é uma história inspiradora, de uma mulher de coragem e dedicada. E é tudo isso que todos nós precisamos nesta altura – já agora, caso queiram entrar em contacto para encomendar alguns dos seus queijos: o número para onde o devem fazer é o 91 935 38 29; ou então pelo e-mail geral[a]queijariamontedavinha.com.

A história da Joana Garcia pode ser o ponto de partida para esse outro lado que o Assim Assado pode ter: os últimos dias têm sido muito confusos, a pensar em como poderei ajudar com aquilo que posso e com aquilo que sei… e que sei também que não é muito – quanto mais ser suficiente. Mas posso dar a palavra e a voz a quem precisa.

A minha proposta é essa: escutar ideias e amplificá-las da melhor forma possível. A partir do escritório cá de casa, posso tentar dar a conhecer as ideias das pessoas ligadas à indústria da restauração, iniciativas que possam inspirar movimentos, desenvolver cadeias de operação que possam minorar aquilo que se vai passando por todo o país no sector.

Quem estiver interessado nessa conversa e partilha, não hesite entrar em contacto comigo via Instagram ou email.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *