Skip to content

Assim Assado powered by Zomato (II): Noélia Jerónimo

Miguel Esteves Cardoso chamou-lhe “a melhor cozinheira do mundo”. Veio de Tavira até ao Melting, no Porto, explicar as ideias fundamentais da sua cozinha: a simplicidade e o óbvio que por vezes é tão difícil de alcançar: o sabor.

É uma das grandes figuras da cozinha tradicional portuguesa. Noélia Jerónimo apresenta-se como cozinheira dos Chefs, porque todos eles gostam de ir ao seu restaurante, em Cabanas de Tavira, recordar aquilo que é comer em casa da mãe. Sem esferificações, sem cozinha molecular ou sem espumas.

Uma conversa que recorda o percurso profissional de Noélia, da ligação umbilical que tem há mais de 30 anos com o seu restaurante, onde ainda continua a ser muito feliz e onde deixa alguns conselhos aos que querem seguir a vida das cozinhas: apaixonem-se por aquilo que fazem.

O Assim Assado, em parceria com a Zomato, acompanha o Melting, a primeira conferência internacional de gastronomia em Portugal e conversa com alguns dos protagonistas desta primeira edição.

Subscreve aqui a newsletter Assim Assado

One Comment

  1. […] no Melting: André Chiang, Roberta Sudbrack (cuja entrevista vai poder ser escutada em breve!), Noélia Jerónimo ou o crítico Jay Rayner. além de ter sido um dos responsáveis pelo jantar do penúltimo dia de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *