Skip to content

Episódio 14: Sofia Morais Pinto

Sofia Morais Pinto é chefe pasteleira. Há pouco mais de um ano deixou Barcelona, onde se formou, para regressar a Portugal e fazer consultoria e formação na na arte da pastelaria. Há dez anos era designer, mas, já depois dos 30, a vida decidiu que o caminho dela seria outro.

Sofia Morais Pinto é mais uma prova de que não somos nós que temos que fazer planos para a nossa vida. O melhor mesmo é estar atentos às pistas que a vida nos vai dando para conseguirmos seguir uma rota que nos torne os dias mais felizes e sorridentes.

Foi o que fez Sofia, que deixou para trás uma formação e emprego como designer e abraçou uma vida de pasteleira. Primeiro – em modo de estagiária-a-dar-os-primeiros-passos na 1300 Taberna, em Lisboa, numa aventura que lhe despertou os sentidos e que a fez voar para a outra ponta da Península Ibérica, para Barcelona, para estudar pastelaria na prestigiada escola ESPAISUCRE.

A exigência das estrelas

Da ESPAISUCRE, Sofia Morais Pinto prosseguiu a sua nova vida na deliciosa e visualmente deslumbrante arte da pastelaria, tendo passado pela cozinha de exigentes restaurantes como o Hisop e o Sauc – ambos com estrela Michelin.

Agora, Sofia está de volta a Portugal. A vontade de abraçar novos desafios trouxe-a de regresso a casa, com a bagagem cheia de experiência, com o reconhecimento da revista Pastery Revolution – que a considerou uma das dez chefes que estão a marcar tendências no mundo das sobremesas em todo o mundo – com a vontade de transmitir algum do seu conhecimento, mas, sempre, continuar a aprender.


Chá verde matcha, leite de ovelha salgado e cacau. @sofiamoraispinto_pastrychef

Formação e consultoria

Atualmente Sofia Morais Pinto faz consultoria em restaurantes e dá formação na área da pastelaria. “A minha linha? Eu gosto de surpreender, mas a manter o nível da refeição. O produto para mim é importante e o sabor é o mais importante, sempre”, explica. “Gosto de pensar que surpreendo, de alguma forma. De não estares à espera e teres algo salgado. Ou algo picante…”

Esta é uma conversa que nos dá a conhecer melhor Sofia Morais Pinto e a forma como tenta pensar não só as suas criações – que nos remetem para um mundo delicioso, sonhador e colorido – mas também a forma como pensa a estrutura das cozinhas por onde passa; a experiência de uma mentalidade exigente e metódica, que, acredita, está a fazer falta – agora! – em muitas cozinhas em Portugal.

O ano de 2019 promete trazer novidades na carreira de Sofia Morais Pinto: mais trabalho com restaurantes e mais formações. “São dois projetos sobre os quais ainda não posso falar”, ri-se. “Um deles nem sequer tem que ver com assessoria e formação. O outro vai ser uma ‘montra’ do meu trabalho. E isso é algo que aqui me está a fazer falta.”



Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *